Controle de Pragas em Condomínios

Controle de pragas em condomínios

Prestamos o serviço de controle de pragas em condomínios residenciais e comerciais com a finalidade de combater diversas espécies de pragas urbanas existentes, prevenindo inúmeras doenças transmissíveis através do programa desenvolvido pela equipe de profissionais experientes na área condominial, o PHD – Programa Hidrosaki nos condomínios, o controle é realizado em 3 (três) fases com tratamentos preventivos e/ou corretivos, através de métodos direcionados para cada praga de forma eficiente para o bem-estar de todos, como funcionários, moradores, frequentadores e empresários, conforme as resoluções, licenças e leis vigentes da ANVISA.

Tipos de condomínios atendidos

Atendemos condomínios residenciais e comerciais em áreas externas e internas, como, apartamentos e empresas, que a cada ano que passa, vem crescendo as instalações nestes condomínios, combatendo inúmeras pragas urbanas que já fazem parte do cotidiano das cidades Brasileiras, classificadas em 3 três grupos distintos conforme as estações do ano, que necessitam de um controle eficaz, através dos tratamentos específicos para cada praga, evitando desta forma, o contagio de doenças transmissíveis, bactérias, fundos, prejuízos matérias, financeiros e entre outros.

Conheça os três grupos de pragas em condomínios de prédios residenciais e comerciais existentes

Classificamos as pragas em 3 (três) tipos de grupos, sendo, o grupo das pragas voadoras, terrestres e roedores que predominam nos edifícios comerciais e residenciais dos condomínios.

Pragas voadoras que predomimam nos condomínios que necessitam de controle

O primeiro grupo são as praga voadoras que possuem asas e sobrevoam aos seus destinos, sendo, os pernilongos de variadas espécies e tamanhos conhecidos como mosquitos domésticos e vale lembrar o pernilongo da Dengue, inclusive, um dos mais perigoso com o nome científico Aedes Aegypti, que transmitem doenças e o vírus da Dengue, que todos nós já conhecemos, mais o Chikungunya e Zika vírus que podem levar o ser humano a óbito, as moscas de esgoto, frutas, enxame, varejeira e as domésticas, os pombos urbanos que são aves que se alimentam de lixo e restos de comida, parecem aves inofensivas, mas transmitem diversas doenças ao homem, cupins de madeira seca e de solo que são os cupins subterrâneos, estes dois tipos de cupins percorrem em ambientes em forma alada chegando ao seu destino para a proliferação e formação de colônias. As brocas de madeira são pequenos besouros que se alimentam e destroem madeira, outros materiais e vivem independentes se diferenciando através do pó fino com aparência de talco.

Pragas terrestres que frequentam os condomínios e necessitam de um controle

O segundo grupo são as pragas terrestres, sendo, as baratas de esgoto com o nome científico Periplaneta americana e as baratas francesinhas ou paulistinhas com o nome científico Blatella germânica, formigas domésticas, pulgas e carrapatos que são trazidas através de animais de estimação e transitam em áreas comuns dos prédios, cupins de madeira seca e solo que alteram a sua estrutura corporal perdendo asas e penetram nos ambientes através das colônias já formadas para extrair alimentos degredando o solo, madeiras, móveis e entre outros, e os besouros conhecidos como brocas de madeira que também buscam alimentos extraídos de madeira e entre outros materiais, ambos considerados risco ambiental.

Grupo dos roedores que necessitam de controle, como ratazanas, camundongos e ratos de telhado que circulam nos condomínios

O terceiro grupo são os ratos de telhado, ratazanas e camundongos, classificados como roedores.

As pragas urbanas nos condomínios de acordo com as estações do ano

Confira algumas dicas da Hidrosaki conforme as estações do ano, referente ao surgimento das pragas terrestres, voadores e roedores nos condomínios.

Surgimento das pragas urbanas conforme as estações do ano

O Verão é uma estação que possui temperaturas altas, ventos e chuvas, ambientes propícios com condições favoráveis para a proliferação de diversas espécies de pragas, como, as baratas e os ratos que vivem em caixas de inspeção e galerias de esgoto, devido ao fluxo das chuvas, migram a procura de abrigo e alimentação em áreas comuns dos prédios. A chuva de verão que conhecemos, acumula água parada com poças em jardins, plantas e árvores, no qual é propício a propagação dos mosquitos, moscas e inclusive os pernilongos da Dengue e pombos urbanos. Os carrapatos e pulgas tem o índice de 80% conforme estudos relacionados devido a transição desses insetos vindos de animais de estimação.

O Outono é uma estação que tem as mesmas características do verão no sentido de surgimento de pragas e proliferação, o que diferencia, é que as manhãs são frias, o dia esquenta a temperatura e ao entardecer a temperatura diminui, devido a este clima invulnerável, ou seja, calor e frio ao mesmo tempo do dia, cresce a proliferação destas pragas indesejáveis.

O Inverno é uma estação que a temperatura esfria com períodos de chuvas e ventos que ocorrem entre Junho, Julho e Agosto de cada ano, todas as pragas citadas na estação do verão permanecem o seu cotidiano nesta estação com a proliferação destas espécies em busca de alimento e abrigo em galerias e tubulações, mas no inverno as atividades ao entardecer é menor devido a permanência em seus ninhos (habitat natural), mas vale salientar que os perigos destas pragas são eminentes e trazem perigo de contaminação e risco à saúde a todos.

A Primavera é a estação que os dias, além de ficarem mais longos, a temperatura aumenta, tornando o ambiente propício para o início da proliferação de inúmeras pragas, sendo: baratas no geral, formigas, mosquitos, moscas de diversas espécies, pombos urbanos, ratos e cupins que tem a maior incidência, neste caso, praticamente é 100% na primavera, devido as revoadas da estação do ano se direcionam em direção de luzes ao entardecer conhecidos como siriris ou aleluias, que sobrevoam e depositam seus ovos desenvolvendo suas colônias organizadas através de operários e soldados, (como fosse uma organização de um exército de um país) que constroem seus ninhos e depositam milhares de ovos ao dia, e as rainhas além de se protegerem tem a função de organizar, estruturar e liderar os serviços dos operários e soldados da colônia, posteriormente destruindo móveis de madeiras, estruturas elétricas e hidráulicas, solo e entre outros ambientes. Os besouros possuem vidas independentes um dos outros, proliferam em grande escala e destroem peças e ambientes decorrentes de madeiras e outros materiais.

Locais com maior foco de pragas nos condomínios em geral

Locais nos condomínios que necessitam de atenção para o controle e combate as pragas

As garagens e subsolos prevalecem a maior concentração de baratas e roedores, formigas e moscas tem o seu habitat natural devida a temperatura ser fresca, pois existem concentração de áreas úmidas e quentes. Neste locais encontramos rede de esgoto, água pluvial, grelhas, ralos e depósitos de lixo, propício para locomoção de ratazanas, camundongos, baratas de esgoto, formigas e pombos, devido a conter caixas de inspeção, grelhas pluviais direto da rua.

Os elevadores possuem baratas, cupins de solo, mosquitos, moscas com uma grande circulação destas pragas devido ao local ser úmido e quente.

Nos apartamentos ou casas residenciais, dependendo do estilo do condomínio, estas pragas surgem através de transportes mecânicos, caixas de papelão ou madeira, utensílios trazidos de fora e é comum encontrarmos espécies como, baratas, formigas, insetos voadores que entram pelas janelas e varandas, como mosquitos, moscas, revoadas de cupins de madeira conhecidos como siriris em época quente e brocas que é um tipo besouro que procuram madeira, papéis e demais materiais. Os roedores tem grande incidência devido ao transportes para residências, e também vale lembrar que os ratos tem capacidade de mergulho com profundidade de até 9 metros através da tubulação, entretanto, eles podem aparecer em vasos sanitários dos apartamentos e casas destes condomínios.

Nos corredores dos apartamentos, é propício o surgimento de baratas e formigas, em andares baixos e halls de elevadores também podem ser encontrados roedores.

O jardim é uma área que tem maior concentração de áreas verdes, alimentação orgânica, celulose e possuem um maior fluxo de insetos como baratas, aranhas, formigas, ratazanas (fazem sua toca - ninho no subsolo do jardim), presença de moscas e mosquitos, devido ao acúmulo de água em plantas e árvores e cupins de solo que vivem e se proliferam nos jardins.

Locais com armazenamento de lixo é propício e muito favorável para a proliferação de baratas, pombos e roedores que procuram restos de alimentos por haver misturas de lixos em forma orgânica, líquida, embalagens de papéis e plásticos.

Nas áreas dos funcionários, como por exemplo, a cozinha, é uma área que existe a presença de locais quentes e úmidos, possuem grande concentração de baratas, formigas e ratos devido ao fácil acesso a alimentação, gorduras e restos de comidas deixada pelos funcionários dos condomínios.

Nas áreas de lazer dos prédios como a quadra esportiva, salão de festas, fitness (academia), churrasqueiras, bancos de madeira, jardins, piscina, playground, tem a maior concentração e circulação de várias pragas existentes, tais como, baratas que circulam entre portas, janelas e ralos, as formigas, mosquitos, moscas, ratos e pombos que circulam nestas áreas devido a permanência de pessoas e restos de alimentos no chão.

Tipos de controle recomendados para o combate eficaz das pragas urbanas nos condomínios residenciais e comerciais

Tipos de controle eficazes para o combate das pragas nos condomínios residenciais e comerciais

Conheça os tipos de controle eficazes para o combate das pragas nos condomínios, citamos alguns tratamentos que são executados conforme as complexidades dos locais vistoriados (orientado pelo profissional), como, utilização de pó químico sem cheiro tênue para tratamento específico contra as pragas terrestres, sendo, as baratas no geral, formigas, pulgas e carrapatos.

Para as pragas voadoras indicamos o controle através de um sistema com luzes especiais que atrai o inseto ao local para a sua morte súbita, utilizado para mosquitos e moscas.

Outra praga voadora, os pombos urbanos é utilizado repelentes sem química a base de gel, sem cheiro para afastar as aves indesejáveis do local.

O sistema de barreiras físicas com inserção de telas, espículas e estirantes, servem para fechar a área onde os pombos estão acostumados a viver, é um tratamento específico para pombos urbanos impedindo o seu retorno ao local e criação de novos ninhos.

Para roedores como ratos, ratazanas e ratos de telhado é indicado sistema com armadilhas com porta isca para prender a praga, sem a utilização de produtos com placas indicativas devidamente identificadas com setas para a sinalização do local.

Outro sistema inovador e eficaz é a isca ingerível, específico para roedores instalados sem odor utilizados em locais úmidos, como tubulações de rede esgoto, galerias, caixas de inspeção, redes pluviais, grelhas, lixeiras e entre outros com a finalidade de prender a presa.

Para tratamentos de cupins é executado sistemas de injeção de cupinicida aplicado com bico injetor.

Os demais tratamentos para o controle destas pragas são as pulverizações nos locais identificados para a eliminação de bactérias e fungos. A higienização é realizada para o extermínio total das bactérias, quando há alto indícios de infestação, e as atomizações para controle eficaz que esteriliza o local afetado que tem como objetivo, transformar o produto químico em partículas finas que penetram em frestas e vãos imperceptíveis que o olho nu não consegue observar.

Saiba como funciona as fases para o devido controle de pragas urbanas nos condomínios residenciais e comerciais

PHD - Programa Hidrosaki de controle em condomínios executado com técnicos e tratamentos diferenciados

O PHD – Programa Hidrosaki Condominial é um programa elaborado pela equipe da Hidrosaki que consiste em um grupo de técnicos treinados especificamente para atuar nas áreas condominiais executado através de 3 (três) fases com medidas preventivas ou corretivas, dependendo do local a ser vistoriado conforme abaixo;

1° Fase: A primeira fase o técnico específico do programa é enviado ao prédio para identificar a área afetada e o tipo de espécie de praga que habita o ambiente. Este processo é realizado através de vistorias que consiste em determinar os pontos críticos, os problemas da praga, índice populacional e levantamento de grau de infestação, classificado como, alto, médio ou baixo e posteriormente inicia-se o controle para o tratamento correto com emissão de relatórios de vistoria.

2° Fase: A segunda fase inicia-se com um controle eficaz através de tratamentos adequados conforme informações levantadas pelo técnico responsável para a prevenção ou correção, evitando o grande risco de contaminação, como bactérias, fungos, vírus que estas pragas transmitem com ênfase na saúde e o bem-estar dos moradores do prédio, frequentadores, funcionários e empresários de prédios comerciais com emissão de relatórios de aplicação.

3° Fase: A terceira fase é iniciada após a execução do controle com tratamento específico direcionado para cada praga identificada, realizado através de monitoramentos nas áreas afetadas anteriormente com emissão de relatórios de mapeamento conforme contrato firmado com a administradora ou síndico responsável pelo prédio que é imprescindível.

Após as conclusões dos serviços executados são emitidos certificados de garantias, laudo técnico com registros e ordens de serviço.

Por que o controle preventivo das pragas é imprescindível nos condomínios?

As ações preventivas é umas da questões mais importante para os condomínios, pois o foco do serviço é controlar e prevenir, evitando a entrada de diversas pragas urbanas indesejáveis e posteriormente a proliferação no local, causando inúmeros problemas, como transmissão de doenças, prejuízos materiais e financeiros.

Ao passar dos anos, a convivência destas pragas vem aumentando cada vez mais, pois se adaptaram com o clima favorável para a proliferação nas cidades.

O controle preventivo tem como objetivo garantir a segurança e a saúde de todos, e é imprescindível que todo condomínio deva contratar uma empresa especializada no assunto para o controle eficaz e necessário, solicitado pelo síndico ou responsável do empreendimento conforme resoluções e leis vigentes do órgão ANVISA.

A importância do síndico do condomínio

A importância do síndico no controle

Em todo condomínio existe uma administração, o síndico é um profissional responsável que tem o objetivo de cuidar e zelar a segurança dos condôminos, o síndico deve ficar bem atento aos problemas causados através destas pragas em tubulações, grelhas, água pluvial, esgoto, caixas de inspeção e áreas comuns.

Infelizmente é inevitável a presença destas pragas devido as redes de esgoto, locais úmidos que são propícios para a proliferação, ou seja, aumento populacional de forma exponencial destas pragas, e a dica é, sempre fique atento!

O síndico tem a responsabilidade de manter o controle em dia com uma controladora de pragas especializada para o combate eficaz.

O diferencial do programa de controle de pragas nos condomínios da Hidrosaki

O diferencial é o PHD, programa desenvolvido específico para condomínios, criado pela empresa devido a experiência nos serviços executados, ajudando e orientando os nossos clientes com agilidade no atendimento, por se tratar de profissionais que atuam especificamente neste segmento, o programa tem embasamento no CIP - Controle Integrado de Pragas, conforme as normas vigentes da agência sanitária com técnicos e biólogos.

Produtos de primeira linha antialérgicos, sem toxidade e odor utilizados nos tratamentos para o controle

O outro grande diferencial é o controle realizado com o fluxo de pessoas normalmente sem perder a rotina, devido a utilização de produtos secos, sem cheiro e antialérgicos, direcionados para cada ambiente.

Vale lembrar que o controle podem variar de condomínios para condomínios, seja ele de pequeno, médio ou grande porte e pragas identificadas com o correto diagnóstico realizados pelos profissionais do programa.

Áreas condominiais

A Hidrosaki atua no setor condominial em prédios comerciais e residenciais com o propósito de exterminar a propagação das pragas eminentes através de controle em condomínios horizontais (quando as construções dos edifícios são feitas em plano horizontal, quando as residências são uma do lado da outra) e verticais (quando o edifício tem as residências em formato de torre), ambos os condomínios horizontais e verticais acomodam empresas e moradias.

Resoluções para o controle ANVISA - Agência nacional de vigilância sanitária

A Hidrosaki atua com os seus serviços de acordo com os procedimentos e requisitos das resoluções da ANVISA, como a e conforme exigências do órgão competente da vigilância sanitária do setor.

Considerações finais

Controle corretivo e preventivo de pragas em condomínios residenciais e comerciais

O controle de pragas nos condomínios é executado através dos tratamentos preventivos ou corretivos de forma minuciosa conforme as fases, sempre com o objetivo de preservar o meio ambiente de forma eficiente eliminando fungos, bactérias e microrganismos que estas pragas carregam. Infelizmente estas pragas se acostumaram em viver entre os seres humanos e nas cidades urbanas causando enormes prejuízos a saúde e bens matérias. Os serviços são executados para o bem-estar de todos conforme licenças e leis vigentes da ANVISA.

A Hidrosaki é uma controladora de pragas especializada na área condominial prestando os seus serviços em diversos tipos de condomínios, conta com uma equipe treinada e experiente há mais de 10 anos no mercado.

Para maiores detalhes, consulte a nossa equipe especializada e agende uma visita conosco. Confira!

Locais de atendimento

Atendemos em São Paulo - SP, e ABC paulista, como, São Caetano do Sul, Santo André, São Bernardo do Campo e arredores, Interiores de SP, litorais de SP e demais Estados do Brasil com atendimentos via satélite instalados em nossos veículos, que possibilitam localizar o veículo que esteja mais próximo ao local para o pronto atendimento, agilizando o processo de envio da equipe técnica ao local.

Frota de veículos para atendimento

Equipamentos profissionais utilizados

Dispomos em nossa empresa equipamentos profissionais em alto performance e modernos, como equipamentos modernos para as pulverizações, aplicadores de pó químico com acesso em locais difíceis, pulverizadores elétricos utilizados em telhados e forros para tratamentos de cupins, pistolas profissionais para execução de inseticidas com regulagens, nebulizadores para ambientes pequenos e/ou fechados e atomizadores profissionais utilizados em áreas externas.

Equipamentos para o controle

Conheça os demais serviços de controle de pragas

Solicite o seu Orçamento